- atualizado em

D'Angelo Russell faz melhor noite da carreira e Lakers vencem o Nets

Rodada tem vitória do Warriors sem Curry e mais

D'Angelo Russell faz melhor noite da carreira e Lakers vencem o Nets

Brooklyn Nets(17-44) 101 x 107 (12-49)Los Angeles Lakers


O Los Angeles Lakers, lanterna da conferência oeste, recebeu o Brooklyn Nets, vice lanterna da conferência leste, no STAPLES Center e sai vitorioso da partida graças a uma grande noite do calouro D'Angelo Russell. Sem Kobe Bryant, fora por dores no ombro, coube a Russell chamar a responsabilidade para si e ajudar o Lakers a obter mais uma das poucas vitórias que tem até aqui. O número 2 do último draft anotou 39 pontos (melhor marca da carreira), com um aproveitamento de 14-21 (66,6%) nos arremessos de quadra, sendo 8-12 nos chutes de 3 pontos, uma das especialidades do calouro. Ele ainda colaborou com 6 rebotes, 3 assistências e 1 roubo. Alternando entre o banco de reservas e o time titular para que adquira maturidade, segundo o técnico Byron Scott, Russell vem provando aos poucos não ser um "bust" para a franquia hollywoodiana. Outras esperanças do futuro do Lakers, Jordan Clarkson e Julius Randle também foram bem. O armador anotou 16 pontos, pegou 7 rebotes e distribuiu 7 assistências, enquanto o ala pivô anotou 14 pontos e pegou 13 rebotes, confirmando suas médias de duplo duplo na temporada (11.3p 10.1r). O armador brasileiro Marcelo Huertas foi acionado no banco de reservas e anotou 2 pontos, mas distribuiu 5 assistências. Larry Nance Jr., que tinha a possibilidade de perder o restante da temporada, veio do banco de reservas e anotou 6 pontos e 5 rebotes em quase 17 minutos em quadra.

Do lado da franquia do Brooklyn, o pivô Brook Lopez foi o principal destaque ao anotar 23 pontos, pegar 7 rebotes e contribuir com 4 assistências. Thaddeus Young colaborou com um duplo duplo de 19 pontos e 15 assistências. O ala croata Bojan Bogdanovic foi outro que fez boa partida, com 18 pontos e 7 rebotes. 

Dos quatro quartos, a equipe da Califórnia saiu vitoriosa de 3 deles, perdendo apenas o 3º período para o time do Brooklyn. O Lakers converteu 49,4% dos seus arremessos de quadra, enquanto o Nets teve aproveitamento de 43,8%. Nos arremessos de longa, distância, melhor para o Lakers: 42,3% a 27,8%. Os dois times foram idênticos no aproveitamento de lances livres, com 66,67% convertidos para cada lado. A franquia de Los Angeles pegou mais rebotes(46 a 44), mas deu menos assistências(22 a 28) e roubou menos bolas(5 a 8). 

Ambas as equipes enfrentam o mesmo rival em suas próximas partidas. Enquanto o Nets viaja até o Colorado para enfrentar o Denver Nuggets apenas na sexta à noite, o Lakers já visita o time de Kenneth Faried já nessa quarta feira.

Atlanta Hawks(32-28) 105 x 109 (54-5)Golden State Warriors


Sem Stephen Curry, que ficou de fora do duelo por dores no tornozelo esquerdo, o Golden State Warriors recebeu o Atlanta Hawks na noite da última terça feira na Oracle Arena e, com a ajuda de Klay Thompson e Draymond Green, saiu com mais uma vitória em seus domínios, aonde permanece invicto na temporada. Mas não sem um pouco de emoção. A partida foi decidida apenas na prorrogação, com um chute certeiro de 3 pontos de Draymond Green a 40 segundos do fim do tempo extra. Green, aliás, flertou com o triplo duplo ao anotar 15 pontos, 13 rebotes e 9 assistências. Cestinha da noite, Klay Thompson anotou 26 pontos, pegou 6 rebotes e deu 5 assistências. Harrison Barnes anotou 12 pontos e pegou 8 rebotes, enquanto Shaun Livingston, substituo de Curry, anotou apenas 6 pontos e pegou 6 rebotes. Vindos do banco de reservas, os brasileiros Leandrinho e Anderson Varejão anotaram, respectivamente, 11 e 2 pontos.

Do lado da equipe do técnico Mike Budenholzer, Paul Millsap foi o cestinha com 19 pontos, colaborando ainda com 7 rebotes e 4 assistências. O pivô dominicano Al Horford anotou 17 pontos e pegou 7 rebotes, enquanto Kent Bazemore contribuiu com 15 pontos e 9 rebotes. Armador titular, Jeff Teague marcou menos pontos, deu menos assistências e jogou menos minutos que seu reserva imediato, Dennis Schroder. Enquanto Teague terminou a partida com 7 pontos, 6 assistências e 24 minutos jogados, Schroder terminou com 11 pontos, 9 assistências e quase 29 minutos em quadra. Os recém adquiridos Kris Humphries, vindo do Phoenix Suns, e Kirk Hinrich, vindo do Chicago Bulls, não entraram em quadra por opção de Budenholzer.

Portland Trail Blazers(33-28) 104 x 85 (25-37)New York Knicks


Estatísticas

Portland Trail Blazers:

Damian Lillard: 30 pontos, 6 assistências e 4 rebotes;

C.J. McCollum: 25 pontos;

Meyers Leonard: 11 pontos e 14 rebotes;

Rebotes totais: 55 (9 ofensivos);

Assistências totais: 17 assistências;

Turnovers: 7;

Field Goal: 42%; Field Goal 3P: 40%

Lances livres: 90%.

New York Knicks:

Carmelo Anthony: 23 pontos e 10 rebotes;

Kristaps Porzingis: 11 pontos e 7 rebotes;

Aaron Afflalo: 13 pontos e 6 rebotes;

Rebotes totais: 46 (8 ofensivos);

Assistências totais: 11;

Turnovers: 8; 

Field goal: 37,5%; Field goal 3P: 27,6%;

Lances livres: 72,2%

Orlando Magic(26-33) 108 x 121 (33-28)Dallas Mavericks

Estatísticas

Orlando Magic:

Nikola Vucevic: 18 pontos e 7 rebotes;

Elfrid Payton: 12 pontos;

Ersan Ilyasova: 22 pontos e 10 rebotes;

Rebotes totais: 45 (18 ofensivos);

Assistências: 29;

Turnovers: 16;

Field goal: 45,1%; Field goal 3P: 30%

Lances livres: 85%

Dallas Mavericks:

Wesley Matthews: 21 pontos e 5 rebotes;

Dirk Nowitzki: 19 pontos;

Zaza Pachulia: 17 pontos e 10 rebotes;

Chandler Parsons: 17 pontos;

Rebotes totais: 36 (6 ofensivos);

Assistências: 27;

Turnovers: 15;

Field goal: 55,8%; Field goal 3: 47,4%

Lances livres: 83,9%.

Chicago Bulls(30-29) 111 x 129 (34-26)Miami Heat

Estatísticas

Chicago Bulls:

Pau Gasol: 15 pontos, 9 rebotes e 6 assistências;

Derrick Rose: 17 pontos e 3 assistências;

Aaron Brooks: 16 pontos;

Rebotes totais: 29 (8 ofensivos)

Assistências: 20;

Turnovers: 9;

Field goal: 45,6%; Field goal 3P: 47,8%;

Lances livres: 69,2%.

Miami Heat:

Dwyane Wade: 18 pontos e 7 assistências;

Joe Johnson: 24 pontos, 5 rebotes e 4 assistências;

Luol Deng: 20 pontos e 4 assistências;

Goran Dragic: 17 pontos e 11 assistências;

Hassan Whiteside: 26 pontos, 14 rebotes e 4 tocos;

Rebotes totais: 38 (4 ofensivos);

Assistências: 28;

Turnovers: 15;

Field goal: 67,5%; Field goal 3P: 50%;

Lances livres: 76%.

Phoenix Suns(15-45) 92 x 126 (31-28)Charlotte Hornets


Estatísticas

Phoenix Suns:

Alex Len: 18 pontos e 12 rebotes;

Mirza Teletovic: 17 pontos;

Rebotes totais: 42 (13 ofensivos);

Assistências: 14;

Turnovers: 11;

Field goal: 36,6%; Field goal 3P: 22,1%;

Lances livres: 74,1%.

Charlotte Hornets:

Kemba Walker: 26 pontos e 9 assistências;

Al Jefferson: 19 pontos e 9 rebotes;

Nicolas Batum: 15 pontos e 9 rebotes;

Jeremy Lamb: 15 pontos e 6 rebotes;

Rebotes totais: 58 (15 ofensivos)

Assistências totais: 17

Turnovers: 12

Field goal: 48,4%; Field goal 3P: 45,1%;

Lances livres: 85,2%.

 

 

 

 

Veja Também:

Artigos Relacionados

É hora de dar tchau

É hora de dar tchau

Depois de ótimos anos compartilhando da paixão pela NBA com vocês, vamos dar um tempo para nos dedicarmos a projetos pessoais

Sobre o Autor:

José Alberto Junior

José Alberto Junior

Fascinado pela NBA e pelo espetáculo que ela proporciona. Fã de grandes jogos e grandes jogadores. Também acredita que os Playoffs separam os homens dos meninos.

Comentários

Olá, deixe seu comentário para D'Angelo Russell faz melhor noite da carreira e Lakers vencem o Nets

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2019 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.