- atualizado em

Depois de fazer rebuild no último dia de trocas, Cavs encara Hawks cheio de incertezas

Buscando vaga nos Playoffs, Clippers e Pistons se enfrentam em jogo marcado por reencontros

Depois de fazer rebuild no último dia de trocas, Cavs encara Hawks cheio de incertezas
Blake Griffin vai reencontrar o Los Angeles Clippers hoje. (Créditos: NBA.com)

A NBA segue a todo vapor e as apostas esportivas também. Em jogo complicado para se prever, o Orlando Magic acabou superando o Atlanta Hawks nesta quinta-feira por 100 a 98. É bem verdade que errei este palpite, pois indiquei que os visitantes sairiam com a vitória. Entretanto, dos seis jogos que tiveram vocês conseguiram acertar quatro, incluindo a vitória do então azarão Boston Celtics diante do Washington Wizards, como previsto aqui. O ponto baixo das apostas indicadas ficou por conta do Los Angeles Lakers passando o trator no Oklahoma City Thunder. Porém, neste caso, a previsão ficou sujeita a uma notícia de última hora: Russell Westbrook não entrou em quadra. Com isso, jogando em casa, o Lakers não tomou conhecimento e venceu por 106 a 81, contribuindo – e muito – com quem acreditou em seu triunfo.

No entanto, a quinta-feira ficou marcada mesmo pelas inúmeras trocas que aconteceram. O maior destaque, claro, ficou por conta do Cleveland Cavaliers, que fez um rebuild (reconstrução) no meio da temporada e trocou seis peças do seu elenco –Isaiah Thomas, Jae Crowder, Iman Shumpert, Channing Frye, Dwyane Wade e Derrick Rose -, adicionando mais quatro atletas novos – Rodney Hood, George Hill, Jordan Clarkson e Larry Nance Jr. Agora, o técnico Tyronn Lue vai precisar reinventar sua equipe e, mais do que nunca, LeBron James precisará ser o grande líder de franquia, papel que o craque vem assumindo com maestria.

Ainda não se sabe quais serão os jogadores que jogarão pelo Cavs na noite desta quinta-feira, contra o Atlanta Hawks, às 22h30 (horário de Brasília), em Atlanta. Por conta disso, o favoritismo da franquia, que tem sua vitória rendendo R$1,68 contra R$2,37 do adversário, segundo o Oddsshark.com, pode não se transformar em triunfo. Caso isso aconteça, quem apostar nos donos da casa vai conseguir um bom lucro. Porém, é importante que se diga que a franquia de Atlanta tem a pior campanha da Liga e uma vitória dependeria de uma atuação ruim de LeBron e uma grande apresentação coletiva dos anfitriões.

O jogo de destaque da rodada acontece às 22h e colocará frente a frente o ala-pivô Blake Griffin e seu ex-time, o Los Angeles Clippers. Brigando por vaga entre os oito melhores de sues respectivas Conferências, Detroit Pistons e o Clippers medirão forças para ver quem se mantém ganhando, já que o primeiro venceu seus últimos cinco confrontos e o segundo conseguiu dois triunfos consecutivos. No Oddsshark.com, o Pistons é o franco favorito. Acredito que isso aconteça porque o jogo é em Detroit, pois há um claro equilíbrio entre as equipes. Por isso, tá aí uma boa oportunidade para vocês poderem se arriscar.

O Philadelphia 76ers recebe o New Orleans Pelicans em jogo de disputa de garrafão entre Joel Embiid e Anthony Davis. Com o elenco mais recheado e nivelado, acredito que o Sixers sai com a vitória. Em Massachusetts, o Boston Celtics encara o Indiana Pacers, que jogará sem Darren Collison. Depois de uma boa vitória diante do Washington Wizards, que fez com que a franquia se mantivesse na liderança do Leste, o Celtics entra como favorito e tem tudo para vencer mais uma. Jogando em Houston, o Rockets vai para cima do Denver Nuggets, que luta para se manter entre os oito melhores do Oeste. Dificilmente os donos da casa sairão com a derrota, porém, com a cotação do Oddsshark.com apontando para R$1,32 contra R$3,88 a favor do Rockets, torna-se uma tentação se arriscar no triunfo do Denver. Isso porque não é nada impossível que Nikola Jokic e cia conquistem esse triunfo. A franquia do Colorado tem um jogo coletivo forte e um elenco bem nivelado, não havendo queda de qualidade quando o técnico Mike Malone precisa fazer uma rotação.

Detroit Pistons x Los Angeles Clippers

No final de janeiro, Pistons e Clippers acordaram uma troca que impactou a NBA e enviou para Detroit a estrela Blake Griffin (Willie Reed e Brice Johnson entraram no pacote). Por sua vez, o Clippers recebeu o ala Tobias Harris, o ala-armador Avery Bradley e o pivô Boban Marjanovic, além de duas escolhas de Draft, incluindo uma de primeira rodada. A princípio, os dois times parecem ter se adaptado bem às suas novas peças. O Pistons venceu todos os cinco jogos que Griffin disputou, e já está na cola do 76ers, Miami Heat e Pacers na busca por uma vaga para os Playoffs. Já a franquia da Califórnia venceu quatro dos seus cinco últimos jogos e se candidatou oficialmente à uma posição entre os oito melhores do Oeste, imediatamente atrás do Pelicans e do Nuggets.

Esta partida é de dificílima previsão e tudo que sabemos é que alguém não sairá satisfeito nesse reencontro. Nas cotações, vitória dos donos da casa está pagando R$1,61 contra R$2,40 dos visitantes. É uma boa margem de lucro, que para ser sincero não acho que se justifique diante do equilíbrio entre os times. Dentro do garrafão, dois dos pivôs mais dominantes da NBA medirão forças: Andre Drummond e DeAndre Jordan. Deste duelo, podemos esperar muita disputa por posição, muito contato físico, rebotes em excesso e proteção para as respectivas defesas. Ainda falando de garrafão, Griffin leva vantagem física em cima de Danilo Gallinari ou Tobias Harris, dependendo de quem irá fazer a função de ala-pivô. Por outro lado, Blake terá dificuldade para marcar qualquer um dos dois atletas citados. Lou Williams e Avery Bradley levam vantagem sobre Ish Smith e Reggie Bullock.

No geral, o elenco do Clippers é melhor e o técnico Doc Rivers possui mais peças para mexer. Porém, a eficiência da dupla Drummond/Griffin vem impressionando e, dessa vez, terá uma belo teste diante de Jordan, que conhece muito bem o jogo de Griffin, já que jogaram juntos por mais de sete anos. Meu palpite é de vitória do Pistons, todavia, gosto de me arriscar em jogos que o equilíbrio é latente e a diferença de cotas é relativamente grande. Por isso, indico investimento na vitória do Clippers com handcap de – 1.5 (ou seja, vitória por 2 pontos de diferença ou mais) e soma dos placares acima de 210.

Sexta-feira (09 de fevereiro)

22h – (R$1,61) Detroit Pistons x Los Angeles Clippers (R$2,40) – Palpite: vitória do Pistons**

22h – (R$1,44) Philadelphia 76ers x New Orleans Pelicans (R$2,92) - Palpite: vitória do Sixers

22h30 – (R$2,37) Atlanta Hawks x Cleveland Cavaliers (R$1,68) - Palpite: vitória do Cavs

22h30 -  (R$1,55) Boston Celtics x Indiana Pacers (R$2,55) - Palpite: vitória do Celtics

23h – (R$1,32) Houston Rockets x Denver Nuggets (R$3,88) - Palpite: vitória do Rockets***

23h – (R$1,86) Miami Heat x Milwaukee Bucks (R$2,01) - Palpite: vitória do Bucks**

00h – (R$1,47) Utah Jazz x Charlotte Hornets (R$2,97) - Palpite: vitória do Jazz

00h30 – (R$3,26) Chicago Bulls x Minnesota Timberwolves (R$1,37) - Palpite: vitória do Wolves

01h30 – (R$2,78) Sacramento Kings x Portland Trail Blazers (R$1,49) - Palpite: vitória do Blazers

**Jogo equilibrado onde não se justifica a diferença na cotação, pois qualquer uma das equipes pode vencer

***Jogo com diferença de cotação alta e que vale o risco no time considerado azarão

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

OddsShark

OddsShark

Desde os principais eventos esportivos e de entretenimento, até concursos de comida, acontecimentos culturais pop e tudo intermediário; estamos protegendo você. OddsShark é o seu balcão único para notícias esportivas e de entretenimento, chances de aposta

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Depois de fazer rebuild no último dia de trocas, Cavs encara Hawks cheio de incertezas

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2018 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.