- atualizado em

Dirk para Doncic: Comparações serão inevitáveis

Luka Doncic, eleito melhor jogador da Euroleague e campeão pelo Real Madrid, chega a NBA comparado a Dirk Nowitzki e outros grandes jogadores europeus

Dirk para Doncic: Comparações serão inevitáveis
Luka Doncic jogará no Dallas Mavericks na próxima temporada. (Créditos: NBA.com)

Luka Doncic não foi comparado a Larry Bird quando foi apresentado um dia depois do Dallas Mavericks ter negociado para obter a terceira escolha geral no draft de 2018 da NBA.

Para o presidente das operações de basquete, Donnie Nelson, esse é o progresso baseado em sua última experiência em conseguir um europeu jovem na esperança de tirar o Mavericks do marasmo.

Vinte anos depois, Dirk Nowitzki é o jogador estrangeiro com maior pontuação na história da liga. Naquela época, o ala-pivô alemão não era remotamente parecido com Larry Bird, e seus primeiros dois anos difíceis comprovam isso.

Então, pergunte a Nelson sobre um jogador que o Mavericks claramente cobiçou no draft, que foi Doncic, e ele escolherá suas palavras cuidadosamente com relação ao jogador de 19 anos vindo da Eslovênia. Doncic não fará 20 anos antes do All-Star break, que deve ser o recorde de 21 temporadas de Nowitzki com uma mesma franquia.

"Dirk e eu tivemos uma longa conversa", disse Nelson sobre o jogador que Dallas assinou dias após seu 20º aniversário de time, ele foi selecionado em 1998.

"Estamos obviamente muito animados por ter (Doncic), mas ele tem uma estrada muito difícil pela frente. Dirk não fez nenhum favor em seus dois primeiros anos. Nós vamos nos afastar de qualquer uma dessas comparações. Luka é seu próprio cara. Ele tem seus próprios desafios."

O técnico Rick Carlisle deixou alguns nomes internacionais para tentar descrever a versatilidade que Dallas acredita ser oferecida por Doncic, que ganhou o prêmio de MVP da Euroleague além do Final Four MVP e ajudou o Real Madrid a conquistar o título poucos dias antes do draft.

Depois de oferecer comparações com o falecido Drazen Petrovic, o tricampeão Toni Kukoc e a estrela de longa data do San Antonio Spurs, Manu Ginobili, Carlisle parou.

"Eu realmente sinto que é importante que não tentemos comparar esse cara com ninguém", disse Carlisle nesta sexta-feira durante uma coletiva de imprensa que incluiu Doncic e Jalen Brunson, escolhido na segunda rodada, que conquistou dois títulos da NCAA em três anos em Villanova. “Deixe-o ser ele mesmo. Deixe o jogo dele tomar sua própria forma."

Doncic molda o futuro do Mavericks de alguma forma com o Dallas saindo consecutivamente de temporadas fracas pela primeira vez desde o segundo dos dois anos difíceis de Nowitzki no início de sua carreira.

O Mavericks da década de 90 teve 10 temporadas consecutivas com mais vitórias que derrotas. Combine a seleção de Doncic com a nona escolha geral do ano passado Dennis Smith Jr. e um pontuador ainda jovem em Harrison Barnes, e Carlisle espera que a maré de derrota acabe em breve, se não na próxima temporada.

"Ontem à noite foi simbólico para mim, por que foi uma espécie de momento decisivo nesta reconstrução", disse Carlisle, que tinha apenas uma temporada sem ir para os playoffs como treinador antes do atual escorregão em Dallas. "Vamos impulsionar a ideia de que precisamos começar a ganhar mais jogos".

Assim como ele fez no ano passado com Smith, Carlisle está deixando claro Doncic como titular, o que significa que a programação da noite de abertura da temporada do Dallas terá um calouro pelo segundo ano seguido. Juventude em parte explica um recorde de dois anos com 57 vitórias e 107 derrotas, incluindo a marca de 24 vitórias e 58 derrotas na temporada passada, que garantiu a quinta escolha geral para Dallas, antes da troca na noite do draft com Atlanta na quinta-feira.

Outra explicação foi um número excepcionalmente grande de jogadores não-draftados, incluindo um jovem alemão Maxi Kleber que cresceu vendo seu compatriota se tornar o MVP de 2007 e o MVP das finais de 2011 da NBA.

O Mavericks não vence uma série de playoffs desde que conquistou seu único título em 2011, e perdeu a pós-temporada em três das últimas seis temporadas, saindo de uma sequência de 12 anos nos playoffs.

Doncic pode ter uma chance de colocar Dallas de volta nos trilhos com Nowitzki, o veterano 13x All-Star deu a entender que 40 é uma bela idade redonda para se aposentar.

Se isso serve para Nowitzki, Nelson vê um trio com Barnes, Smith e Doncic que o lembra de Michael Finley orientando Nowitzki e o armador Steve Nash e ajudando o Mavericks a encerrar uma seca de 10 anos sem ir aos playoffs em 2001.

"Michael Finley era nosso Harrison Barnes no passado", disse Nelson. “Nós sentimos que temos isso aqui de uma forma diferente. Há apenas alguns elementos muito legais para isso que me levam de volta e me lembram sobre como era há 20 anos quando estávamos assistindo esses jovens.”

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

Thiago Colman

Thiago Colman

Acompanha a NBA desde 2006, torce pelo maior campeão da liga com 17 títulos, acredita que números não valem nada, se não vierem junto com anéis.

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Dirk para Doncic: Comparações serão inevitáveis

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2018 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.