- atualizado em

Finais do Leste: após dominar o primeiro confronto, Boston Celtics recebe Cleveland Cavaliers sem favoritismo no OddsShark

Defesa do Celtics foi preponderante no primeiro duelo e conseguiu forçar muitos erros de LeBron James e cia. Se vencer, Boston abrirá 2x0 na série

Finais do Leste: após dominar o primeiro confronto, Boston Celtics recebe Cleveland Cavaliers sem favoritismo no OddsShark
LeBron James espera ter uma sorte maior no jogo 2 das finais do Leste. (Créditos: NBA.com)

O Oeste teve ontem seu primeiro confronto das Finais. Frente a frente dois dos melhores times da NBA, Houston Rockets e Golden State Warriors. Além de muito talento em quadra, houve também indícios de muita rivalidade, especialmente em lances envolvendo James Harden, do Rockets, e Draymond Green. Nas casas de apostas não havia favoritismo de nenhuma das partes, e os motivos para isso ficaram claros durante toda a partida.

Principal candidato ao prêmio de MVP da temporada, Harden fez um jogo excelente, comandando o Houston com 41 pontos e sete assistências. Seu fiel escudeiro, Chris Paul, também contribuiu com bons 23 pontos e 11 rebotes, mas não foi suficiente para vencer os atuais campeões.

É muito complicado parar o quinteto principal da franquia de Oakland. Quando a defesa foca em um tem outro de alto nível com capacidade para finalizar. Foi o que aconteceu e deixou a defesa do Houston maluca. Kevin Durant terminou com 37 pontos; Klay Thompson anotou 28 pontos e seis bolas de três; Stephen Curry contribuiu com mais 18 tentos.

No final, placar de 119 a 106 para o Warriors e 1x0 na série. O próximo jogo acontece nessa quarta-feira (16 de maio), às 22h (horário de Brasília).

Jogo desta terça-feira (15 de maio)

21h30 – (R$1,90) Boston Celtics x Cleveland Cavaliers (R$1,96) – Palpite: vitória do Celtics

Há certo consenso entre os especialistas de que o confronto entre Boston Celtics e Cleveland Cavaliers pelas Finais do Leste é, na verdade, um jogo de coletividade contra individualismo. O primeiro envolve todos os atletas na defesa e no ataque. O segundo tem o jogo muito focado no craque LeBron James.

De um lado, uma equipe que se supera durante toda a temporada por conta dos seus desfalques importantes, mas que ao mesmo tempo teve a oportunidade de desenvolver jovens talentos dando a eles tempo de quadra. Ah, e tudo isso comandado por um técnico que de tão promissor é o principal candidato ao prêmio de Melhor Técnico do Ano, Brad Stevens.

Do outro uma franquia dependente de um jogador, que parece ter um técnico de fachada – por causa da sua inoperância e pouca criatividade tática, Tyron Lue é muito criticado e por vezes tem seu nome ventilado a uma possível troca no comando – e possui coadjuvantes talentosos, porém irregulares. Esse é o Cavs.

A grande questão é que basquete é um esporte coletivo que exige não apenas eficiência, mas também regularidade. É ataque contra defesa o tempo inteiro, sempre tirando o máximo dos atletas em quaisquer esquemas táticos. Nesse contexto, vejo uma vantagem grande do Celtics. Apesar de que, nas cotas do Oddsshark.com, isso não parece fazer tanta diferença, já que estão bem equilibradas.

De fato, tecnicamente falando, não considero o Cavs abaixo do Celtics. Se formos analisar jogador por jogador, veremos que:

  1. LeBron James é disparado o melhor em quadra
  2. Kevin Love, apesar de não ser um bom marcador, é o melhor jogador do confronto dentro da área pintada
  3. JR Smith e Marcus Smart se equivalem bastante
  4. O Boston não tem um arremessador do nível do Kyle Korver
  5. Tristan Thompson é uma opção melhor do que Aaron Baynes
  6. No banco de reservas há nomes bem interessantes no Cavs, como Jordan Clarkson e Rodney Hood

O problema, no entanto, é que as peças do Celtics são tão bem utilizadas que a confiança dos atletas está em alta. O jovem armador Terry Rozier, por exemplo, teve a incumbência de substituir Kyrie Irving, a grande estrela da franquia. Até agora o atleta tem feito partidas excelentes e tomou conta da posição.

No perímetro há também o novato Jayson Tatum e o “segundo-anista” Jaylen Brown. Os atletas, além de muito talentosos, são fortes fisicamente e possuem personalidade suficiente para, por exemplo, marcar LeBron James, que é a missão mais importante que o Boston terá durante toda a série.

No primeiro jogo tudo o que vimos foi um completo domínio tático e técnico do Celtics. A impressão que tínhamos era de que um time estava treinado, sabia o que e quando fazer algo, ao passo que a outra equipe parecia ter caído ali de gaiato, sem saber o que estava acontecendo. O ritmo de jogo do Boston impressionou até mesmo os seus 40 mil torcedores presentes no TD Garden, deixando-os animados para os outros confrontos.

Sinceramente, acho que teremos outro tipo de jogo nessa segunda partida. Digo isso em termos de concentração. O Cavs possui experiência mais do que suficiente para conseguir controlar o ritmo da partida. Além disso, acredito que LeBron irá fazer o que fez contra o Toronto Raptors, ou seja, botar a bola embaixo do braço e liderar a franquia em todos os ataques possíveis.

Na defesa é onde mora o maior problema do Cleveland. Isso porque é um sistema falho, que aposta muito nos erros individuais, mas não força o atacante a errar. Por muitas vezes os atletas apenas cercam e investem nas trocas defensivas, deixando algum jogador livre e torcendo para que esse esteja em um dia pouco inspirado. A questão é que o Celtics tem um sistema de ataque tão bem definido que acaba por tornar essa tática do Cavs quase que um suicídio.

Meu palpite nas cotas do Oddsshark.com é de vitória do Celtics porque acredito em um basquete mais coletivo do que individual. Embora reconheça toda a diferença técnica e física que LeBron James faz em quadra, e até ache que teremos um segundo jogo mais parelho, no final das contas prevejo mais um nó tático de Stevens em Lue; uma torcida inflamada em Boston; pontuação mais bem distribuída e domínio defensivo dos donos da casa.

Mas que fique claro que não é nada impossível os visitantes saírem com o triunfo, já que eles têm O Rei.

Cota para o jogo desta terça-feira (15 de maio)

21h30 – (R$1,90) Boston Celtics x Cleveland Cavaliers (R$1,96) – Palpite: vitória do Celtics

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

OddsShark

OddsShark

Desde os principais eventos esportivos e de entretenimento, até concursos de comida, acontecimentos culturais pop e tudo intermediário; estamos protegendo você. OddsShark é o seu balcão único para notícias esportivas e de entretenimento, chances de aposta

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Finais do Leste: após dominar o primeiro confronto, Boston Celtics recebe Cleveland Cavaliers sem favoritismo no OddsShark

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2018 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.