- atualizado em

LeBron James e Stephen Curry disparam contra Donald Trump

Após Donald Trump retirar o convite ao Philadelphia Eagles, campeão da NFL, LeBron James e Stephen Curry dizem que ninguém quer visitar a Casa Branca

LeBron James e Stephen Curry disparam contra Donald Trump
LeBron James e Stephen Curry podem ser considerados os maiores nomes da NBA e dessas Finais (Foto: ESPN.com)

Donald Trump, presidente dos EUA, se envolveu em mais uma polêmica esportiva ao cancelar o convite aos Philadelphia Eagles, atuais campeões da NFL, para a visita Casa Branca.

Vale a pena lembrar que é uma tradição americana a visita dos campeões das grande ligas esportivas ao presidente. Ou pelo menos era... Antes de Trump.

Afinal, o convite foi "retirado" após muitos jogadores do time decidirem que não iriam comparecer devido à posição de Trump contra os protestos e manifestações dos atletas.

Ou seja, o convite foi retirado, pois não seria aceito.

Tal qual ocorreu com o Golden State Warriors após o título de 2017.

E LeBron James e Stephen Curry se manifestaram sobre mais essa confusão envolvendo o mandatário (ou seria manda chuva?) americano.

"É típico de (Donald Trump)", disse James a repórteres. “Eu não estou surpreso… Eu sei que não importa quem vença esta série (Finais da NBA), ninguém quer o convite (para a Casa Branca), seja Golden State, seja Cleveland".

“Temos muita liberdade em nosso país e homens e mulheres têm o direito de fazer o que querem de uma maneira muito respeitosa. Eu acho que se (os Eagles) decidirem que não querem ir, então eles têm o direito", completou.

E Curry apoiou a posição do camisa 23.

"Eu concordo com 'Bron'", disse ele. "Tenho certeza de que a maneira como lidamos com as coisas no ano passado é consistente com isso", lembrando da recusa dos Warriors em ir à Casa Branca.

"Mas no final das contas, como eu disse, toda equipe tem a oportunidade de tomar uma decisão e falar por si. Eu acho que é poderoso estar nesta situação".

Além dos craques de Cavs e Warriors, o técnico do time de Oakland Steve Kerr também veio à público se manifestando sobre isso tudo. E ele não mediu suas palavras.

"Acho que o presidente deixou claro que vai tentar nos dividir - todos nós - para obter ganhos políticos", disse. "Acho que todos aguardamos ansiosamente o dia em que poderemos voltar a celebrar as conquistas atléticas e celebrar os americanos por suas realizações, suas boas ações".

“A ironia é que os Eagles são cidadãos fantásticos em sua comunidade. Eles agem muito bem. Eu li muito sobre o time deles. Eles são incríveis. Então será bom quando pudermos voltar ao normal em três anos", finaliza em referência ao fim do mandato de Trump.

Portanto, uma coisa é clara.

Não importa o resultado da série entre Cavs e Warriors, é seguro dizer que Trump não precisa se preocupar em convidar o próximo campeão da NBA a ir à Casa Branca.

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

André C. Rocha

André C. Rocha

Apaixonado pela NBA desde que viu o Dream Team em 92, torcedor do Bulls e defensor da tese de que "73 não vale nada sem um título". Desde de 2014 tem um tumblr sobe esportes e que tem como assunto principal o basquete: http://entrequatrolinhas.tumblr.com

Comentários

Olá, deixe seu comentário para LeBron James e Stephen Curry disparam contra Donald Trump

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2018 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.