- atualizado em

O torcedor explica: as posições no basquete (parte 05)

No último texto da série sobre as posições do basquete, comparamos dois grandes pivôs (literalmente).

O torcedor explica: as posições no basquete (parte 05)
espn.com

“Ok, falta falar sobre os pivôs”.

Recebemos vários telegramas e cartas com esse pedido: “Por favor, fechem a série. Falem logo sobre os pivôs”. Como papel não tem tom de voz, não consegui saber se foi um pedido sincero para abordarmos mais uma posição do basquete ou um pedido sincero pra mudar de assunto. Na dúvida, atenderemos os dois no texto de hoje.

Shaq X Embiid. Simples assim.

Em comum, um ponto extra-quadra merece destaque: ambos sabem usar a mídia a seu favor. Shaq foi um gênio nesse sentido e Embiidão da Massa vai no mesmo caminho. E, pra gente que é torcedor, entretenimento conta ponto extra. Incluindo aí o cara tomar fora de pretendente via Twitter, como aconteceu com Embiid. Mas vamos ao que interessa que é o tal do basketball.

Embiidão da Massa, exemplo de pivô nutela, digo, moderno.
Quer estatística mais importante prum pivô? (Imagem: Getty Images)

Shaquille O’Neal foi o pivô mais dominante que eu vi jogar. Por mais dominante, entenda: não estou falando do melhor pivô. Estou falando do cara que ninguém parava. Se, de um lado da quadra, você colocar o melhor pivô de todos os tempos e, do outro lado, colocar Shaquille O’Neal, ele vai ganhar do cara. Fácil.

O cara era um animal de gigante. Com 2,16m de altura e 147kg, era um trator na quadra. Sabe quando você está na rodovia de Uninho e no retrovisor aparece uma Dodge Ram? Acho que era a sensação que os rivais dele tinham. Ele atropelava mesmo e não estava nem aí. Depois você vai pesquisar dois vídeos no YouTube: dele quebrando tabelas ao enterrar e do banco de reservas fugindo dele quando ele foi salvar uma bola (esse último é hilário!).
Shaq fechou sua carreira com 23,7 pontos e 10,9 rebotes por jogo. E tudo isso de jogo de garrafão. Em 19 anos de NBA, ele chutou de 3 pontos apenas 22 vezes. APENAS 22 VEZES!!!! E imagino o tamanho da bronca que tomou em cada uma delas. Pivô raiz é isso, pessoal.

Joel Embiid, por sua vez, se não fosse o porte físico (tem 2,13m de altura e pesa míseros 113kg – um chassi de grilo pra essa posição), tinha tudo pra ser o pivozão clássico: reboteiro (11 por jogo), bom pontuador (23,5 por jogo). Mas, como todos hoje em dia, achou que seria bonito chutar de 3. Só nessa temporada já chutou 155 vezes. Vergonhoso.
Lembram do filme clássico “Homens Brancos não Sabem Enterrar”? Então, na mesma linha, Pivôs não Devem Arremessar. Não mesmo. Vai pra enterrada, meu filho, garante o show. É disso que o povo gosta!!

Sabe qual a maior distância pra arremesso que um pivô deve ter como parâmetro? A linha de lance livre. E, se o pivô for dos bons mesmo, vai errar de lá (Shaq tinha míseros 52% desse lugar). Porque função de pivô e dar enterrada e pegar rebote. Só isso.

Permitam, inclusive, que eu feche a discussão com uma imagem emblemática: uma cena onde as estatísticas do pivô chegaram a seu ápice e mostram que quando o cara é bom pra valer, tem bons resultados na hora de cumprir seu papel. Contemplem, abaixo, Dennis Rodman, com 20 rebotes (9 deles ofensivos) e 0 pontos. ZERO.

Embiidão da Massa, exemplo de pivô nutela, digo, moderno.
Qual é mesmo sua missão? REBOTES!!! (Imagens de internet; montagem profissional da equipe do Sobe a Bola).

Pivô raiz é aí, meu amigo!!

Abraços a todos e até a próxima semana.

P.S: Confesso que achava que a série não iria tão longe. Comentem o que acharam e mandem sugestões pras próximas séries, pessoal!

P.S.2: Perdoem a resolução de algumas imagens... na época do basquete de verdade, a gente tinha que se virar com VHS mesmo...

P.S.3: Melhor videogame da atualidade! Sério mesmo.

P.S.4: Achou que não teria o link pros posts anteriores? Aqui vão eles: 

Posições do Basquete - Parte-01 

Posições do Basquete - Parte 02 

Posições do Basquete - Parte 03 

Posições do Basquete - Parte 04

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

Marcone Marques

Marcone Marques

Bancário de profissão, psicólogo por vocação e fã de basquete por paixão. Casado e com dois filhos que adoram me provocar dizendo que gostam mais de futebol do que de basquete.

Comentários

Olá, deixe seu comentário para O torcedor explica: as posições no basquete (parte 05)

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2019 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.