- atualizado em

Pré-temporada é igual a namoro de verão

Já parou pra pensar que a pré-temporada da NBA é algo bem parecido com aqueles namoros de verão?

Pré-temporada é igual a namoro de verão
internet

Tenho acompanhado as previsões de pré-temporada dos colegas aqui do Sobe a Bola e só me convenço de uma coisa: pré-temporada é igual namoro de verão.

Sabe quando você era jovem (escrevo no pretérito, já que a juventude é fato distante...), viajou de férias pra algum lugar e conheceu aquela pessoa? Foi tesão amor à primeira vista! Uma paquera, uma conversa, uns beijinhos e tudo às mil maravilhas!

A pessoa não tinha defeitos. Ela planejou aquela viagem, cuidou dos detalhes. Seus encontros com ela eram fantásticos, a conversa rolava superbacana e o tal do sexo... ah, o tal do sexo... Como poderia ser tão bacana com alguém que a gente mal conhece?

Mas as férias acabam. A gente volta pra nossa cidade de origem, pra vida de trabalho e correria e aquilo vai se desvanecendo na memória. Tem uma lembrança bacana que, aos poucos, vai sumindo.

Nosso time na pré-temporada é igual namoro de verão.

Pense num negócio pra iludir o sujeito... (fonte: nba.com)

A direção contrata jogadores, faz media day com aquelas fotos maravilhosas, o patrocinador promove uns eventos de faz-me-rir pros torcedores e os jogos... ah, os jogos... Como poderiam ser tão bacanas uns jogos com um time formado por jogadores que mal se conhecem?

Mas a pré-temporada acaba. O time volta pra cidade de origem, pra vida de trabalho, correria e jogos com os times pra valer. Pra nossa tristeza, aquilo da pré-temporada vai se desvanecendo na memória. Temos uma lembrança bacana que, aos poucos, vai sumindo e sendo substituída pelo desespero da dúvida entre torcer por uma vitória ou pro time se lascar de vez e, quem sabe, ter melhor sorte no draft do próximo ano.

Mas, se namoro de verão às vezes pode render e acabar virando coisa séria, com nosso time é a mesma coisa.  

Nosso time pode embalar nos jogos fora de casa e começar a fazer a gente sonhar com playoffs, por exemplo. Aqueles contratos por preço baixo, que a gente nunca levou muito a sério e rezava pra ser de um ano só, começam a se configurar como a segurança do time. E aquele jogador da milionésima posição do draft, não é que ele até que tem futuro, rapaz?

Como ter esperança numa turma de Draft que vai de bermuda pro evento? (Foto: nba.com)

E, no fim das contas, o namoro de verão que foi a pré-temporada pode acabar virando coisa séria, com chance de título, com esperança de realização de sonho (queira Deus que com meu time seja assim esse ano!).

Abraços e até a próxima segunda.

P.S: você pode ver as previsões da pré-temporada nos podcast do Sobe a Bola clicando AQUI.

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

Marcone Marques

Marcone Marques

Bancário de profissão, psicólogo por vocação e fã de basquete por paixão. Casado e com dois filhos que adoram me provocar dizendo que gostam mais de futebol do que de basquete.

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Pré-temporada é igual a namoro de verão

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2018 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.