- atualizado em

Prévia da temporada 2018-19 - Cleveland Cavaliers

Cleveland Cavaliers inicia uma nova Era sem LeBron James, apostando em Kevin Love para liderar a franquia, que se reforçou com o calouro Collin Sexton

Sobe a Bola vai publicar Prévias de todas as franquias da NBA para a temporada 2018-19.

Todos os dias, de segunda à sexta-feira apresentaremos uma equipe, alternando entre a Conferência Leste e a Oeste.

A ordem das postagens será baseada na classificação das equipes na temporada 2017-18.

Seguem as análises já publicadas: 

SunsHawksGrizzliesMagic, Mavs,
BullsKingsNetsLakersKnicks,
Clippers, HornetsNuggetsPistonsTimberwolves,
Wizards, Spurs, Bucks, Pelicans, Heat,
JazzPacers e Thunder.

aqui você pode conferir também nossos podcasts com os "previews".

Agora é hora de falar do Cleveland Cavaliers!

Campanha na temporada 2017-18: 50 vitórias e 32 derrotas (4º no Leste e 6º na liga)

Playoffs 2018:

  • 1ª rodada: 4 x 3 vs Pacers
  • 2ª rodada: 4 x 0 vs Raptors
  • Finais do Leste: 4 x 3 vs Celtics
  • Finais NBA: 0 x 4 vs Warriors

Chegadas: Collin Sexton (SG, draft, 8ª posição), David Nwaba (SG – CHI), Sam Dekker (SF – LAC) e Channing Frye (PF – LAL)

Saídas: LeBron James (SF – LAL), Jeff Green (PF – WAS) e Jose Calderon (PG – DET)

Renovaram: Rodney Hood (SG)

Agentes Livres (ainda no mercado): Kendrick Perkins (C) e London Perrantes (SG)

Previsão de vitórias segundo a ESPN (USA): 31 (12º do Leste)

Previsão de vitórias segundo Las Vegas: 30,5 (12º do Leste)

Líderes 2017-18:

o   Pontos: LeBron James (27.5)

o   Assistências: LeBron James (9.1)

o   Rebotes: Kevin Love (9.3)

o   Roubos: LeBron James (1.4)

o   Tocos: LeBron James (0.9)

Elenco atual:

Cleveland Cavaliers

PG

Collin Sexton

George Hill

 Rodney Hood

SG

JR Smith

Jordan Clarkson

David Nwaba

SF

Cedi Osman

Kyle Korver

Sam Dekker

PF

Kevin Love

Larry Nance Jr

Okaro White

C

Tristan Thompson

Channing Frye

Ante Zizic

Possíveis membros do Hall da Fama: nenhum

Possíveis All Stars em 2019: nenhum

Possíveis vencedores de prêmios em 2019: Collin Sexton (ROY)

Análise:

Para falar do futuro dos Cavs, precisamos fazer uma retrospectiva recente da franquia...

Na já longínqua temporada 2002-03 o Cleveland Cavaliers conseguiu apenas 17 vitórias e ficou
na última posição do Leste. Com isso conseguiu a 1ª posição no draft de 2003 e selecionou a grande promessa da sua geração LeBron James. Já na 1ª temporada com LeBron foram 35 vitórias, e a partir do 3º ano 5 classificações seguidas para os playoffs, com uma derrota nas Finais da NBA e 4 quedas nas semifinais do Leste.

Só que veio a temporada 2010-11 e James decidiu “levar seus talentos para a Flórida”.

Então os Cavs tiveram mais uma campanha pífia (19 vitórias e 15ª posição do Leste) e com a 1ª escolha novamente no draft de 2011 (que sorte!!!) selecionaram Kyrie Irving.

O time foi evoluindo ano após ano até a 10ª posição na conferência em 2013-14 e acumulou mais 2 primeiras escolhas no draft (uma “desperdiçada” em 2013 com Anthony Bennett e uma onde selecionaram Andrew Wiggins em 2014).

Mas na temporada 2014-15 LeBron decidiu voltar para casa e essas 2 escolhas acabaram indo para Minnesota em troca de Kevin Love. Com isso os Cavs formavam um “big three” com o já consolidado Irving, James e Love para buscar o 1º título da história da franquia.

Daí para frente foram 4 finais seguidas diante do Golden State Warriors – mesmo após a saída de Irving antes da temporada 2017-18 para “sair da sombra” de LeBron – e um título em 2015-16, com direito à famosa frase de “King” James: “Cleveland, isso é pra vocês”!

James e Love comemoram o título dos Cavs - único da história (Foto: Sporting News)
James e Love comemoram o título dos Cavs - único da história (Foto: Sporting News)

Porém, a 2ª passagem do camisa 23 pelo seu time de infância foi marcada por contratos curtos e pela constante dúvida sobre sua permanência ou não.

Até que nesse verão americano James decidiu ir para o Los Angeles Lakers.

E é esse ponto que estamos...

Os Cavs não tem mais Kyrie, não tem mais LeBron e agora Love é a única “estrela” da companhia.

Falando no ala-pivô, o “Senhor Amor” acabou de assinar uma extensão no valor de 120 milhões de dólares e 4 anos de duração.

Recentemente o camisa 0 disse que está pronto para assumir o posto de líder da franquia e chegou até mesmo a agendar treinos extra oficiais com seus companheiros, algo que era feito por James nos últimos anos.

Ou seja, se muitos esperavam que a franquia se desfizesse também do seu último All Star, na verdade Cleveland deve tentar sua reconstrução em torno de Love – ou envolvê-lo em alguma negociação futura.

Cabe lembrar que para manter o time competitivo diante dos Warriors, os Cavaliers deram contratos pesados para JR Smith e Tristan Thompson, o que compromete parcialmente novas contratações.

Lue seguirá tendo o
Lue seguirá tendo o "trabalho" de lidar com JR Smith - rs (Foto: slam)

Então é hora também do técnico Tyronn Lue mostrar seu potencial longe de LeBron, tal qual aconteceu com Erik Spoelstra, em Miami.

Entre os “reforços” do time a aposta é o armador Collin Sexton, selecionado no último draft com a escolha dos Nets que veio de Boston na troca de Kyrie. O camisa 2 (seria uma alfinetada em Irving?) deve deixar o veterano George Hill no banco e foi apontado recentemente por seus companheiros de classe de calouros como favorito ao prêmio de Calouro do Ano.

Veja lances do novato em ação na última Liga de Verão:

Além dele, chegam somente David Nwaba e Sam Dekker para a ala e Channing Frye volta após ter sido envolvido na troca que trouxe Jordan Clarkson e Larry Nance Jr na temporada passada.

Além desses 4 nomes, Rodney Hood acabou assinando a oferta qualificatória e permanece mais um ano, disputando minutos com Clarkson, Nwaba, Cedi Osman e Kyle Korver.

Também deixaram a franquia Jeff Green e Jose Calderon...

Mas para quem perdeu “King” James, qualquer outra saída acaba sendo até esquecida.

Resta esperar para ver o “tamanho” da queda do time em mais um início de Era Pós-LeBron.

Será que a sorte do dono do time, Dan Gilbert, lhes garantirá novas primeiras escolhas do draft?

Palpites Sobe a Bola:

o   André C. Rocha - 11º do Leste
o   Bruno Colmenero - 8º do Leste
o   Guilherme Scardini - 10º do Leste
o   José Alberto Jr - 15º do Leste
o   Matheus Monteiro - 13º do Leste 
o   Raphael Fernandes - 13º do Leste 
o   Thiago Henrique - 11º do Leste
o   Thiago Paixão – 13º do Leste
o   William Barbosa - 12º do Leste

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

André C. Rocha

André C. Rocha

Apaixonado pela NBA desde que viu o Dream Team em 92, torcedor do Bulls e defensor da tese de que "73 não vale nada sem um título". Desde de 2014 tem um tumblr sobe esportes e que tem como assunto principal o basquete: http://entrequatrolinhas.tumblr.com

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Prévia da temporada 2018-19 - Cleveland Cavaliers

Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2018 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.