- atualizado em

Que tal trabalhar no feriado de Natal?

Tá certo que a gente se diverte vendo a rodada de Natal da NBA. Mas, e se fosse você trabalhando nesse dia?

Que tal trabalhar no feriado de Natal?
nba.com

Embora a rodada de Natal da NBA já seja uma tradição, confesso que sempre fico me perguntando: poxa, esses caras não têm família? Até no natal tem que trabalhar?

Beleza, eu sei que o calendário da gringolândia é diferente do nosso, que os caras dão mais valor ao tal do Dia de Ação de Graças do que ao Natal. Mas eu não me acostumo.

No meu trabalho, dia 24 a gente só trabalha meio expediente. E o dia 25 é feriado. Acho que com exceção de padaria, banca de jornal e farmácia, comércio nenhum abre no dia 25. Mas a NBA abre e abre com força total. Serão cinco jogos ao todo (com transmissão pela ESPN Brasil, inclusive).

"Ok, chefe, eu trabalho no Natal. Mas vou com a roupa que eu quiser." (Foto: NBA.com)

Cinco jogos significam 10 times, cada um com 12 atletas relacionados, mais comissão técnica, logística, suporte... todo mundo trabalhando, em pleno feriado. Puxado isso.

Mas aí eu lembrei de um amigo meu que é músico e uma vez postou que acha muito triste quando nós comemoramos a chegada do final de semana e a pausa do trabalho. Ele comentou que seu trabalho é uma fonte de alegria e me fez pensar que quando nosso trabalho nos deixa feliz somente nos finais de semana e feriados talvez seja um bom sinal de que precisamos repensar nossas carreiras.

Acompanhei algumas entrevistas dos atletas que jogariam hoje e, embora citassem a importância de estar com suas famílias, sempre falavam do desafio de vencer do adversário e da alegria de poder jogar o esporte que tanto amam. Vendo por esse lado, as coisas mudam bastante.

Hoje tem um monte de torcedor da NBA trabalhando. São nossos amigos, parentes e, talvez, você que está lendo esse texto. Hoje é sua escala de policial, bombeiro, técnico de enfermagem, porteiro de prédio ou juiz federal. Todos temos serviço em dias de feriado e, prefiro acreditar, estamos trabalhando em coisas que gostamos ou, pelo menos, que nos livram do tão desesperador desemprego.

Técnicos de enfermagem olhando box score durante o expediente (imagem: Sony Entertainment)

Os caras da NBA ganham um tiquinho mais do que nós torcedores (tá, ganham muuuiiitooo mais do que a gente) para trabalhar com o que gostam e trabalhar em feriados, inclusive. Mas é importante pensar que somos os grandes all stars dos nossos empregos e que estamos fazendo a cesta do jogo cada vez que fazemos um serviço bacana, um atendimento gentil, uma entrega de resultados.

Feliz natal, pessoal! Independente de sua crença (ou da falta dela, se você for ateu) espero que sejam dias de celebrar com a família e os amigos e a oportunidade de resgatar valores bacanas: ética, fraternidade e cuidado com o próximo.

Abraços a todos e até a próxima semana.

Veja Também:

Artigos Relacionados

Sobre o Autor:

Marcone Marques

Marcone Marques

Bancário de profissão, psicólogo por vocação e fã de basquete por paixão. Casado e com dois filhos que adoram me provocar dizendo que gostam mais de futebol do que de basquete.

Comentários

Olá, deixe seu comentário para Que tal trabalhar no feriado de Natal?

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Hideki Ota

Hideki Ota

No Natal para mim sem problema, se for para trabalhar em um jogo de NBA nada melhor. HAhaha!!!
★★★★★DIA 30.12.18 09h56RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Marcone Marques

Marcone Marques

Hideki, eu que trabalhei fazendo texto estava feliz da vida, veja lá eles! kkk

Valeu por estar conosco, camarada!
★★★★★DIA 15.01.19 00h00RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/

©2015 - 2019 Sobe a Bola - Todos os direitos reservados.