Paul Pierce: "The Truth"

MENU

A infância

O começo da vida de uma lenda

Paul Pierce: "The Truth"Paul Anthony Pierce nasceu em Oakland, Califórnia, no dia 13 de Outubro de 1977. Filho de Lorraine Hosey, uma mãe solteira, Pierce, assim como outros tantos atletas profissionais, não teve uma infância fácil. Ainda criança se mudou para o subúrbio de Los Angeles, de onde viu o Showtime do Los Angeles Lakers encantar o mundo. Pierce sabia o que queria ser quando crescer.Paul Pierce: "The Truth"

 

O basquete como ferramenta social

Pierce se manteve longe da criminalidade praticando seu esporte preferido

Paul Pierce: "The Truth"

Basquete sim, crime não

Crescido no subúrbio, a convivência com as gangues era normal para Pierce e seus irmãos. Alheio à criminalidade constante das ruas, o futuro astro se mantinha focado em seu objetivo: ser o próximo Magic Johnson.

High School

No ensino médio as coisas começaram a amadurecer

Inglewood High School

Paul Pierce: "The Truth"Inicialmente cortado do time de basquete, Pierce resolveu ir treinar mais cedo do que todos (às 5h da manhã) para não deixar seu sonho escapar por suas mãos. Logo se tornou o principal jogador da equipe ainda no primeiro ano. 

McDonalds All-American

Pierce disputou o lendário jogo McDonalds All-American 1995, que reuniu futuras estrelas do calibre de Kevin Garnett, Vince Carter e Stephon Marbury. Pierce também participou do Slam Dunk Contest da partida, vencida por Vince Carter.

Paul Pierce: "The Truth"

No dia 31 de Janeiro de 2012 Pierce foi escolhido um dos 35 maiores jogadores do McDonalds All-American.

A carreira universitária nos Jayhawks

E Pierce começa a aparecer para o mundo do basquete

Mesmo antes de se formar no ensino médio, Paul Pierce já havia decidido seu futuro. Convidado pelo lendário técnico Roy Williams, Pierce participou do programa de basquete da Universidade do Kansas, os Jayhawks, um dos mais tradicionais da NCAA.

Pierce logo obteve destaque, sendo eleito MVP no Big 12 Conference Tournament em 1997 e 1998. Nos três anos em que esteve no basquete universitário, Pierce acumulou médias de 16.4 pontos e 6.3 rebotes por jogo. Ele já era um dos melhores jogadores jovens dos EUA.

O Draft

O recrutamento que mudou a sua vida

Paul Pierce: "The Truth"

Com a décima escolha, o Boston Celtics recruta...

Após três temporadas com os Jayhawks de Kansas, Pierce decidiu que era hora de ir para a NBA, a maior liga de basquete do planeta. O futuro astro então se inscreveu no Draft de 1998 da liga, que também teve nomes como Vince Carter e Dirk Nowitzki.

Cotado como um dos primeiros a ser escolhido no Draft de 1998 da NBA, Pierce foi escolhido "apenas" na décima posição. O time que o recrutou foi o Boston Celtics, o maior campeão da história da NBA. Mal sabia Pierce que esse recrutamento mudaria para sempre sua vida.

O começo na NBA

Pierce mostra seu valor na maior liga de basquete do mundo

O início arrebatador

Paul Pierce tratou de logo mostrar o seu valor na NBA. O jovem marcou pelo menos 19 pontos em 10 dos seus primeiros 11 jogos. Apesar do Celtics contar com um time fraco à época, Pierce conseguiu se destacar. Terminou sua primeira temporada com 16,5 pontos de média, além de ter ficado em terceiro lugar na votação para escolher o Calouro do Ano, vencida por Vince Carter.

A segunda temporada e a evolução de seu jogo

Na temporada seguinte, sua segunda na liga, Pierce alcançou média de 19,5 pontos por jogo, se estabelecendo, aos poucos, como um dos principais jogadores jovens da NBA. Uma surpresa, porém, quase colocou tudo a perder para Pierce.

A balada que quase terminou em tragédia

Após sair com companheiros de equipe, Pierce é atacado com facas

Paul Pierce: "The Truth"

Um mês antes do início de sua terceira temporada na NBA, Pierce se deslocou para uma boate em Boston conhecida como Buzz Club. A noite, porém, não terminou nada bem para o astro. 

Paul Pierce: "The Truth"

Atacado com uma faca, Pierce foi golpeado 11 vezes no rosto, pescoço e costas. A proximidade do hospital, a jaqueta grossa de couro que vestia e a rapidez do atendimento dos policiais salvaram a vida de Pierce. Por pouco a faca não atingiu seu coração. 

"Minha vida mudou para sempre naquela noite. Isso não é algo que você vá esquecer." Paul Pierce.

A recuperação

Pierce se recupera rapidamente e atinge nível de estrela na NBA

Paul Pierce: "The Truth"Um mês após o acidente, Pierce já estava apto a disputar uma partida de basquete. E aquela temporada seria especial para o camisa 34 do Boston Celtics. Titular nas 82 partidas da temporada regular, Pierce obteve médias de 25,3 pontos, 6,4 rebotes e ,1 assistências por jogo. Eram os melhores números da carreira de Pierce, já estabelecido como um dos melhores jogadores da NBA.

"Paul Pierce é 'A Verdade'"

O nascimento de uma marca

Shaquille O'Neal, então jogador do Los Angeles Lakers e um dos maiores astros da liga, era só elogios a Pierce. Depois de uma vitória dos angelinos sobre os celtas no maior clássico da NBA, O'Neal foi claro em definir Pierce.

"Tome nota disso. Eu sou Shaquille O'Neal, e Paul Pierce é o filho da p*ta da verdade. Eu sabia que ele poderia jogar bem, mas não sabia que ele poderia jogar tão bem assim. Paul Pierce é a verdade".

As declarações de O'Neal deram origem ao apelido que Pierce carregou pelo resto de sua carreira: The Truth, ou "A Verdade", em tradução literal. Paul Pierce não era mentira. Ele era de verdade.

O Big Three e o título da NBA

Celtics traz astros e conquista a NBA

Individualmente as coisas iam bem para Paul Pierce, que vinha de 7 temporadas consecutivas angariando médias de pontuação acima dos 20 pontos. Para o time, porém, as coisas não andavam lá essas coisas.

Após vencer apenas 24 partidas na temporada 2006/07, o Boston achou que tinha que fazer algumas mudanças. Em uma mega troca, trouxe Kevin Garnett do Minnesota Timberwolves. O Celtics também se reforçou com Ray Allen, astro do Seattle SuperSonics. Estava formado o "Big Three".

Paul Pierce: "The Truth"

O título

Em sua primeira temporada juntos, o trio de talentos do Celtics levou a franquia de Massachusetts a 66 vitórias na liga, se estabelecendo como um dos favoritos ao título. Na finalíssima da NBA, o Los Angeles Lakers de Kobe Bryant. Sem fraquejar, os verdes fizeram 4 a 2 no arquirrival e levou o troféu Larry O'Brian. Pierce, Garnett e Allen levavam seu primeiro título para casa. o camisa 34 também foi escolhido o MVP das finais.

"Brooklyn in the house"

Pierce troca Boston por NY

Ray Allen trocou o Boston Celtics pelo Miami Heat em 2012. Um ano depois foi a vez de Paul Pierce e Kevin Garnett deixarem a franquia. A dupla se mudou para o Brooklyn Nets, que tinha um projeto ambicioso.

Sem muita preocupação com o teto salarial da NBA, o time do famoso bairro do Brooklyn, NY, juntou nomes como Garnett, Pierce, Joe Johnson, Deron Williams e Brook Lopez para tentar o título da liga. A reunião de medalhões, porém, não deu certo, e a equipe nunca foi considerada de fato uma contender.

Em sua única temporada pelo time de Brooklyn, Pierce obteve médias de 13,5 pontos e 4,6 rebotes. Era o começo do fim para o astro.

A passagem pela capital e a volta para sua terra natal

De NY para a capital, da capital de volta para Los Angeles

Paul Pierce: "The Truth"

O tempo na Capital

Após a frustração em Brooklyn, Pierce decide levar toda sua experiência para o jovem time do Washington Wizards, ele anunciou sua decisão pelo twitter, o time da capital federal contava com John Wall e Bradley Beal. Titular nas 73 partidas que disputou em sua única temporada com o time da capital, Pierce obteve médias de 11,9 pontos, 4 rebotes e 2 assistências. O título, mais uma vez, não veio. 

"To Live and Die in L.A., it's the place to be"

Paul Pierce: "The Truth"

Tupac disse em sua música: Los Angeles era o lugar a se estar. E Pierce queria voltar para sua cidade natal. Torcedor do Los Angeles Lakers em sua juventude, Pierce foi defender o novo queridinho da cidade, o Los Angeles Clippers. Lá reencontrou Doc Rivers, técnico que o comandou durante seu período em Boston. Era o último ato de Pierce. 

Mesmo ao lado de nomes como Chris Paul, Blake Griffin e DeAndre Jordan, Pierce e o Clippers sequer alcançaram as finais de conferência. O cenário também era novo para ele: The Truth agora amargava o banco de reservas. Nas duas temporadas que esteve na Cidade dos Anjos, Pierce atuou como titular em apenas 45 partidas. Os 6,1 pontos de média na primeira temporada em L.A. e os 3,2 na segunda davam o tom: Pierce não era mais o mesmo. O fim estava ali.

Paul Pierce anuncia a aposentadoria

Era o último ato de um dos melhores de sua geração

No dia 26 de Setembro de 2016, Paul Pierce deu o recado: a próxima temporada, a 2016/17, seria a sua última como profissional. Logo o mundo da NBA se comoveu com a despedida do astro e as manifestações foram as mais diversas e emocionantes. Elas vinham principalmente de torcedores do Boston Celtics, franquia que Pierce escreveu seu nome. 

Em recente entrevista ao lado de seu companheiro no Boston Celtics, Kevin Garnett, Pierce deu sua última entrevista para o The Players Tribune, como jogador da NBA.

Paul Pierce em números

A carreira de uma lenda descrita com estatistícas

19,7 PPJ

5,6 RPJ

3,5 APJ

Campeão da NBA: 2008

MVP das finais : 2008

10x escolhido para o All Stars Game

All NBA Second Team (2009)

3x All NBA Third Team

US$ 194 milhões em salário durante a carreira