Tim Duncan: o adeus ao The Big Fundamental

MENU

Os tempos de basquete universitário

Duncan atuou por Wake Forest, na Carolina do Norte

QUATRO ANOS INESQUECIVEIS EM WAKE FOREST

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Duncan atuou por quatro temporas em Wake Forest University. Ao concluir sua passada pelo basquete universitário em 1997, Duncan acumulava números que os credenciavam como um dos maiores jogadores universitários dos EUA. Entre as honras de Duncan no basquete da NCAA estão o título de melhor jogador universitário de 1997 e a retirada de seu número, o 21, de Wake Forest.

A primeira escolha

Os excelentes anos em Wake Fores renderam bons frutos. Foto: Getty Images

"WITH THE FIRST PICK OF THE 1997 NBA DRAFT, THE SAN ANTONIO SPURS SELECT..."

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Com as tradicionais palavras proferidas por David Stern, comissário da NBA na época, o San Antonio Spurs selecionou Tim Duncan, de Wake Forest, com a primeira escolha do Draft de 1997.

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

O impacto de Duncan no Spurs e na liga foi imediato. Em sua primeira temporada, o camisa 21 acumulou médias de 21,1 pontos e 11,9 rebotes por jogo. O resultado foi o prêmio de Calouro do Ano de 1998.

"As Torres Gêmeas"

Parceria com David Robinson ficou marcada na carreira de Duncan

GARRAFÃO DE DAR INVEJA

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Novato em San Antonio, Duncan formou uma das melhores duplas da liga com David Robinson, "O almirante". Robinson, um veterano respeitado na liga e eleito um dos 50 melhores da história da NBA, não havia conquistado a honra máxima da NBA: um título. Isso até a chegada de Duncan, que em sua segunda temporada já ajudou o time a conquistar seu primeiro título. Duncan foi eleito o MVP da final, disputada com o New York Knicks.

Entre os melhores

Duncan é escolhido o melhor jogador da temporada regular

"MVP, MVP..."

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

A temporada de 2001/02 foi muito importante para Tim Duncan. Foi nela que o camisa 21 conquistou seu primeiro título de MVP da temporada regular. Duncan terminou a temporada com 25,5 pontos e 12,7 rebotes por jogo.

Consagração

Duncan é bi-campeão e eleito de novo o melhor da liga

FILME REPETIDO

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Em 2003 o filme se repetia: Duncan era campeão da NBA, eleito o MVP da temporada regular e MVP das finais. Duncan terminou a temporada com 23,3 pontos e 12,9 rebotes por jogo de média. Era o último título ao lado de Robinson e o primeiro junto com Tony Parker e Manu Ginóbili. 

O fracasso com o "Dream Team"

E Duncan experimenta o insucesso na carreira

A QUEDA EM ATENAS

Se Duncan foi uma estrela consolidada na NBA, o mesmo não se pode dizer de sua passagem pela seleção norte-americana de basquete. Bi-campeão mundial em 1999 e 2003, Duncan foi com o time dos Estados Unidos da América para os Jogos Olímpicos de Atenas em 2004. A poderosa seleção norte-americana ficou com o bronze e Tim Duncan encerrou sua passagem pelo selecionado mais forte do basquete mundial. Um toco de Alex García em Duncan durante a competição ficou bastante famoso no Brasil.

 

A volta ao topo

Após decepção com a seleção, Duncan conquista seu quarto título. Foto: Getty Images

O QUARTO TÍTULO

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Após a decepção com o time dos Estados Unidos em 2004, Tim Duncan "voltou a sorrir" (mentira, Tim Duncan não sorri) ao conquistar o título da NBA em 2005 e 2007, tornando-se tetra campeão da liga. Duncan foi eleito MVP das finais em 2005, sua terceira honraria. Além de Duncan, apenas Michael Jordan, Shaquille O'Neal, Magic Johnson e LeBron James conquistaram o título de MVP das finais pelo menos três vezes.

O clube dos 5

Camisa 21 é campeão pela quinta vez. Foto: Getty Images

1,2,3,4,5...

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Já com protagonismo reduzido mas não menos importante que os demais jogadores no esquema de jogo ultra-coletivo do Spurs, Duncan atingiu a glória mais uma vez. A quinta em sua carreira. O quinto anel de campeão veio em 2014, quando o Spurs bateu o Miami Heat de LeBron James, Dwyane Wade e Chris Bosh nas finais. O trófeu de MVP das finais ficou com Kawhi Leonard, novo dono do pedaço em San Antonio.

O "Big Three"

Ao lado de Parker e Ginobili, Duncan formou o melhor trio da história. Foto: Getty Images

UM É POUCO, DOIS É MUITO, TRÊS É DE MAIS...

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginóbili. Guarde o nome desse trio. Juntos, os três venceram 575 partidas na temporada regular e 126 nos Playoffs. Ambas as marcas são as maiores na história da NBA para três jogadores juntos.

Ao mestre com carinho

Dupla com Gregg Popovich fez história. Foto: Getty Images

A PARCERIA COM "POP"

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

A dupla com Robinson foi muito boa. O trio formado com Parker e Ginóbili foi excelente. Mas nenhuma parceria se compara com a de Gregg Popovich. Tim Duncan conquistou todos os seus 5 títulos ao lado do lendário técnico do Spurs. As 1.001 vitórias da parceria são também o maior número de vitórias de um dueto técnico-jogador.

"The Big Fundamental"

Modo simples de jogar era marca registrada do ala-pivô

FAZENDO DO BÁSICO UMA ARMA

Se alguém na NBA soube tirar proveito dos princípios básicos do basquete, esse alguém foi Tim Duncan. O modo simples e discreto de jogar lhe rendeu a alcunha de "The Big Fundamental", por dominar todos os fundamentos do basquete. Jogadas como explorar a tabela sem exitar eram constantes nos jogos de Duncan.

O legado

Tim Duncan deixa legado histórico e fãs orfãos

UMA CARREIRA DE SUCESSO

Tim Duncan: o adeus ao "The Big Fundamental"

Após 19 temporadas, Tim Duncan decidiu se aposentar da NBA nessa segunda-feira, 11 de julho. O legado de Duncan é imensurável para os milhões de fãs que adquiriu ao redor do mundo. Todavia, alguns números ilustram a lendária carreira de "The Big Fundamental":

- 5 vezes campeão da NBA;

- 3 vezes MVP das Finais;

- 2 vezes MVP da temporada regular;

- 15 vezes All Star;

- 15 vezes All NBA;

- 15 vezes membro dos times ideais de defesa da liga;

- Calouro do Ano em 1998;

- Maior pontuador da história do San Antonio Spurs;

- Único jogador a ser campeão em três décadas diferentes (1990, 2000 e 2010);

- Presente nos Playoffs em todas as 19 temporadas de sua carreira.

Obrigado, Tim Duncan!

Nós do Sobe a Bola agradecemos Duncan pelo prazer em vê-lo jogar!